A tecnologia se tornou a principal aliada no combate a Covid-19. Entre drones e sistemas de reconhecimento facial, as câmeras termográficas apareceram como uma das principais ferramentas nos esforços de mitigação do contágio.

Com uma eficiência garantida, as câmeras termográficas entraram para a lista de prioridades de governos, nos 5 continentes do planeta, e vem gerando impactos positivos durante a gestão da crise.

Saiba agora como as câmeras termográficas podem ajudar na identificação do Covid-19.

Como as câmeras termográficas podem ajudar na identificação da Covid-19?

Entre muitos benefícios, o principal em se adquirir uma câmera termográfica está na sua capacidade eficaz de detectar a temperatura corporal.

O método é realizado a partir da termografia por infravermelho, uma tecnologia usada desde a década de 1960, e que integrou por longa data projetos de construção e atividades civis e industriais.

Com o passar dos anos, sua tecnologia foi aprimorada e hoje, a partir da sua análise e qualidade de imagem, a câmera termográfica pode ser utilizada em fábricas, empresas e qualquer outro local de alta circulação, como por exemplo, supermercados.

As câmeras conseguem identificar pessoas com alta temperatura corporal, o que auxilia na separação dessas para que seja evitado o contágio em massa. A pessoa que for identificada deve fazer exames e cumprir com o isolamento até que possa retornar as suas atividades.

Além disso, a tecnologia mais atualizada das câmeras termográficas, também vem com uma função chamada “screening”. Ela tem como objetivo, através de um sistema de Inteligência Artificial, identificar algumas partes do rosto de uma pessoa para realizar uma medição instantânea.

Isso significa que a câmera tem capacidade de monitorar a temperatura de uma pessoa, mesmo a uma distância de 1,5 a 3 metros, o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segurança sanitária em ambientes corporativos

Com a utilização das câmeras termográficas nas empresas, líderes da organização podem ter acesso a informações importantes sobre o estado de saúde de seus colaboradores.

Ao fazer a medição na entrada do trabalho, os gerentes podem saber com rapidez se o funcionário apresenta possibilidade de febre e risco de contaminação aos demais colegas e clientes da empresa.

Com essa informação prévia, a empresa pode elaborar um cronograma para esse colaborador cumprir com suas demandas em home office, enquanto aguarda os resultados laboratoriais para confirmar o diagnóstico.

Dessa maneira, a empresa demonstra responsabilidade com a vida dos funcionários e impulsiona um relacionamento interpessoal que pode impactar diretamente na qualidade do trabalho prestado e no atendimento aos clientes internos e externos.

Tecnologia também pode ser aplicada em condomínios

Outro local de possível contaminação em massa são os condomínios. Com o entra e sai de condôminos, entregas e serviços prestados ao local, moradores e colaboradores podem ficar expostos.

Para que o risco possa ser reduzido, é importante que a administração do condomínio adquira a tecnologia das câmeras termográficas, podendo identificar, com muito mais precisão, possíveis doentes e tomar as medidas de isolamento necessárias.

Investir na compra de câmeras termográficas é investir em saúde e qualidade de vida, por isso, visite o site da Instronic para saber mais a respeito dos modelos disponíveis e peça já o seu orçamento.