A termografia é a técnica em que se avalia o estado físico de uma estrutura por meio da medição de sua temperatura. Dessa forma, podem ser eliminados riscos e prevenidos acidentes, fazendo todos trabalharem com segurança. Ela pode ser aplicada a diversas situações e materiais, que é o que vamos conhecer adiante.

Primeiro, é importante destacar o papel da temperatura nesse processo, uma vez que é uma grandeza física fundamental. Quanto maior for a temperatura de um objeto, mais radiação infravermelha é exposta por ele. A termografia está justamente na possibilidade de captar todas essas variações de onda e fazer um diagnóstico preciso.

Portanto, vamos conhecer algumas das aplicações da termografia. Além de você poder acompanhar o nosso blog, que está repleto de informações sobre o assunto.

Aplicação na área elétrica

Ao longo dos anos, a termografia tem se tornado uma das principais técnicas de apoio na inspeção de equipamentos elétricos. A proposta é acompanhar como o sistema se comporta quando acontecer acionamentos, bem como durante o tempo de uso. Assim, é possível identificar o aquecimento de bornes, nos componentes elétricos, nos quadros de comando e subestações.

Tanto na eletricidade quanto na eletrônica, monitorar a todo o momento e conseguir detectar as alterações na temperatura ajudam na prevenção de falhas ou até mesmo acidentes. A consequência é manter todo o maquinário funcionando em plena capacidade, com produtividade, e há a redução dos custos com manutenções corretivas.

Mecânica de veículos

Cada vez mais aplicada dentro das oficinas de manutenção automotiva, a termografia traz o benefício de não precisar de contato físico com as peças para começar a identificar o problema. Assim, o mecânico tem a oportunidade de fazer a leitura do quadro e ter precisão no diagnóstico, observando o comportamento de temperatura das peças ou logo depois do uso.

Ao saber a temperatura absoluta por meio do gradiente de temperatura do motor e dos demais componentes do veículo quando está em funcionamento, o profissional é mais assertivo na manutenção. Isso, porque ele consegue identificar com mais precisão onde e quais são as falhas, qual é exatamente o erro. Com isso, então, sendo esperados melhores resultados.

Estruturas civis, construções, edifícios

A termografia também pode ser aplicada na inspeção de paredes, janelas, vigas, colunas e demais partes de um edifício. Por meio dela, se observam quais sãos os pontos de tensão, pontos quentes, falhas na estrutura. Quando visualizado o telhado, podem-se identificar vazamentos, infiltrações e umidade.

A avaliação da construção leva a mais segurança das estruturas e, consequentemente, dos trabalhadores e moradores. Isso, porque ainda pode contribuir para a detecção de mofo, danos em dutos de aquecimento, passagem de ar e demais falhas. O infravermelho direciona o serviço que tem que ser feito para a correção.

Além destas três aplicações destacadas, a termografia ainda pode ser aplicada a diversos outros materiais e estruturas. Alguns dos exemplos, na agricultura:

  • Correção da umidade do solo;
  • Monitorar os feixes de lasers;
  • Localizar pessoas porventura soterradas em desastres;
  • Vigilância de segurança pública;
  • Prevenção de incêndios;
  • Diversas outras possibilidades.

Acompanhe o nosso blog e fique por dentro de conteúdos relacionados. Saiba tudo sobre termografia no curso do Instituto Instronic!