O termo ultrassom representa uma vibração de frequência mecânica tão alta que nossos ouvidos não conseguem interpretar como ruídos. Elaboramos um texto para explicar como funciona a análise de ultrassom e porque ela é importante para seu processo produtivo.

Ultrassom: uma tecnologia não destrutiva e minimamente invasiva

Toda vez que uma vibração acústica é emitida, ela rebate e reverbera em superfícies sólidas. É por isso que existe eco e outros fenômenos do som que você mesmo já deve ter experimentado. Mesmo em frequências altas e inaudíveis, o princípio é o mesmo.
Quando se emitem ondas ultrassom sobre superfícies, há um reflexo e o equipamento de ultrassom é capaz de identificar a interpretar o retorno das ondas.
É assim que funcionam as análises ultrassom. Um aparelho emite as vibrações sobre materiais que, por sua vez, refletem as ondas.
análise de ultrassom elétrica e mecânica
divulgação UE Systems
Qualquer imperfeição, cavidade ou deformação na superfície ou partes internas do objeto produzirão um reflexo diferente, que será percebido pelo equipamento.
Com isso, não foi necessário abrir paredes ou qualquer superfície que contenha o material a ser testado. Todos os procedimentos de verificação puderam ser feitos de forma superficial, sem que seja necessário destruir nada.

Conheça aqui outras ferramentas de teste

Além disso, o melhor de tudo é: você não precisa parar os processos produtivos de sua empresa. Os testes são rápidos, não destroem nada, exigem pouca mão de obra, e só será necessário fazer alguma interrupção nos serviços se os testes mostrarem que são necessários ajustes no material avaliado. Se não, é só seguir em frente!
Para indústrias modernas, mas que utilizam peças grandes, os processos de avaliação por ultrassom podem ser usados em amostras de metal, engrenagens, peças, soldas, entre outros. Tudo para oferecer mais segurança e agilidade aos serviços da empresa. Até mesmo o Metrô de São Paulo faz testes em seus trilhos com ultrassom, todos os dias, de forma rápida e eficaz!
Uma das vantagens do ultrassom é que ele utiliza ondas acústicas, ou seja, mecânicas para fazer os testes. Existem ferramentas com funcionamento parecido, mas que utilizam ondas eletromagnéticas. Isso limita o número de materiais que podem ser testados, exigindo ainda mais instrumentos de segurança para permitir que o teste seja feito sem riscos a funcionários e ao equipamento.
Os testes elétricos e mecânicos com ultrassom ainda oferecem um alto grau de precisão, tangível de forma muito mais rápida e assertiva do que verificações físicas, que destroem materiais e nem sempre são possíveis ou viáveis.
A interpretação dos resultados do ultrassom é mais rápida e simples de se fazer, pois não utilizam filmes ou chapas como nos testes radioativos. São de exibir qualquer curvatura, imperfeição, ranhura ou defeito em sua exata localização, facilitando eventuais reparos.

Gostou? Acesse outros de nossos conteúdos e saiba mais sobre testes elétricos e mecânicos: https://www.institutoinstronic.com/